Redtube Brasil
aumento penis tesão de vaca tesão de vaca
  • Gel uh lá lá - ereção firme e duradoura
  • inflate aumente seu pênis menos de 1 minuto
  • tesão de vaca pingou comeu

Sexo com minha tinha safada

Esse é o primeiro conto que irei relatar aqui de uma série de histórias todas reais que aconteceram comigo. Meu nome é Ricardo tenho 33 anos e sou moreno 1,85 de altura, 90kg, corpo sarado e um pau desproporcional ao meu corpo, 23cm de piroca bem grossa e cabeçuda.
Tudo começou quando eu ainda tinha 25 anos e estava no auge da paquera. Então um dia sai com uma vizinha amiga da minha tia Soraya. Minha tia morava próximo a minha residência então eu estava na casa dela frequentemente. Minha tia apesar de coroa com 45 anos de idade deixa muita novinha no chinelo, 1,70 de altura, acho que uns 64kg que por sinal muito bem distribuídos, morena clara, cabelos negros e lisos até os ombros, um belo par de seios e uma bundinha bem empinadinha.
Acontece que depois que eu sai com a amiga dela e lógico que a comi, a minha tia não se aguentou de curiosidade e foi perguntar como tinha sido a noite e eu disse que foi uma noite muito gostosa. Pois bem, minha tia sempre se insinuava pra mim mas nunca tinha coragem de ultrapassar os limites mas eu sempre dava oportunidade. Ela sempre via com umas brincadeirinhas pra cima de mim dizendo que eu era o sobrinho mais lindo da família, que se não fosse minha tia namoraria comigo e coisas do gênero. Enfim, não satisfeita com minha resposta sobre a noite com a sua amiga ela foi perguntar para a própria como tinha sido e claro que a moça fez a minha propaganda.
Alguns dias depois minha tia me ligou e disse que queria falar uma coisa comigo e disse para ir na casa dela na parte da tarde pois o marido que no caso é meu tio tinha saído para viajar pois o mesmo é caminhoneiro. Corno.
Chegando lá ela me convidou para sentar na sala e já veio logo me perguntando se o que a amiga dela havia contado era verdade. Nisso eu perguntei:
_ Verdade o que tia?
Então ela disse diretamente, no seco:
_ A Simone me contou que você tem o pau grande, é verdade Ricardo?
Nisso eu já saquei o que a minha tia tava querendo e fui dando corda para a situação.
_ É verdade sim tia, mas ela não devia ter falado isso pra ninguém muito menos pra você porque eu tenho vergonha dessas coisas.
Claro que eu não tenho vergonha mas quis dizer isso pra minha tia poder ficar mais curiosa ainda. Então ela mordeu a isca.
_ Duvido que você tem o pau grande! Disse a minha tia.
Logo em seguida eu disse:
_ Quer pagar pra ver então? Ai ela falou:
_ Você não tem coragem!
Ai eu falei:
_ E se eu tiver o que que eu ganho com isso?
Ela ficou pensativa por uns 10 segundos, dobrou os lábios e disse:
_ Se for verdade mesmo e se você prometer não contar nada pra ninguém eu faço uma chupeta pra você. Mas tem que ser segredo!
Ai, eu que não sou bobo nem nada falei:
_ Claro que tem que ser segredo tia, se tá louca? Se alguém descobre isso nós dois estamos ferrados. Mas me diga uma coisa.
Ela: hã.
_ Porque você quer fazer isso? Ai ela me disse:
_ Meu marido é um bunda mole, o pau dele faz tempo que não sobe e além do mais é pequeno e fico na vontade o tempo todo. Eu sempre quis ver um pau grande de perto mas nunca tive oportunidade pois seu tio foi meu primeiro e único homem. Não tenho coragem de fazer isso com um estranho mas com você que é meu sobrinho lindo eu tenho. Mas desde que você não conte nada a ninguém. Ai eu disse:
_ Fechado!
Então ela fechou e trancou a casa por dentro disfarçadamente pra fingir que tinha saído para ninguém incomodar. Me chamou para ir no quarto e pediu para que eu me sentasse eu uma cadeira de descanso que tinha lá. Sentei na cadeira e fiquei esperando pra ver o que ela iria fazer. Ela pegou dois travesseiros colocou no chão, sentou-se em cima e pediu pra mim abaixar a calça. Eu fiz isso e fiquei só de cueca e meu pau já estava latejando de tesão. Quando ela viu aquele volume por baixo da cueca arregalou os olhos de uma forma que me deixou com mais tesão ainda. Então, ela lentamente pelo lado esquerdo da cueca foi deslizando sua mão até entrar lá dentro e segurar o meu pau e tira-lo pra fora.
Quando ela viu o tamanho do trambolho disse bem assim:
_ Nossa Ricardo, que que isso menino? Mas que pauzão você tem hein. Nossa como é grosso isso. Nunca vi nada desse jeito. Nisso eu disse:
_ Gostou titia? É todo seu hoje, faça bom proveito, caia de boca nessa mandioca e mata sua vontade!
Nisso ela começou a punhetar levemente ainda admirando o tamanho da ferramenta que ela tinha nas suas mãos. Meu pau estava quase estourando de tão duro que estava com toda aquela situação e foi quando minha tia fechou os olhos, abriu bem a sua boquinha pequenininha e foi engolindo aquela tora. Começou a chupar freneticamente num vai e vem muito gostoso. Parecia que eu tinha a última rola da terra rs. Ela chupava, babava e engolia o que podia da minha piroca. Porém, não cabia nem metade dentro da sua boquinha. Eu ficava olhando aquela cena e me lembrando de como eu havia desejado o que estava acontecendo comigo. Eu segurava a cabeça dela com uma das mãos e forçava o pau pra dentro da garganta dela, ela chegava a se a afogar e a fazer aquele barulho de gargarejo. Eu já não estava aguentando mais e estava querendo gozar, porem a minha vontade de comer ela era enorme. Então a chamei para ir pra cama porem ela parou e me disse:
Se tá louco? Se vai me arrombar toda com essa coisa ai. Nunca vi um troço desse jeito, tenho medo disso ai. Só uma chupetinha só e tá bom!
Nisso eu insisti:
_ Vamo tia só um pouquinho se vai gostar, eu faço bem devagarinho. Porem ela continuou resistindo e disse que seu eu insistisse nunca mais ela ia fazer mais nada.
Então pra mim não perder a bocada “literalmente” disse que estava tudo bem e que ficaríamos só por ali mesmo.
Então ela continuou mamando e eu então sugeri para gozar na boca dela, porem ela novamente me negou esse desejo e disse pra mim gozar no chão que depois ela limpava.
Fiquei com muita raiva por dentro mas me segurei pois eu ia dar algum jeito de comer ela de alguma forma.
Uma coisa eu eu não mencionei ainda é que eu tenho uma coisa que carrego comigo desde a infância.
Eu sempre tive tara por estupro, eu sempre quis estuprar alguma mulher a força, contra a vontade dela, tenho tara por isso. Gosto de ver mulher implorando e pedindo por favor pra não machuca-las. Eu nunca machuquei mulher alguma, só assustei rs. A maioria das mulheres que comi sempre penavam quando viam o tamanho da rola que eu tinha, muitas até desistiam por medo. Outras encaravam mas sofriam no começo, aquilo me dava um baita tezão pois gosto de arrombar com vontade mesmo, sem dó nem piedade.
Isso não é uma doença e sim um fetiche.
Voltando ao assunto eu já estava imaginando como poderia fazer isso com minha tia e ameaça-la ou chantageá-la para fazer o que eu quisesse porem eu quis continuar aproveitando o boquete grátis e planejei pensar a respeito do assunto mais adiante.
Então, minha tia terminou a chupeta e eu gozei no chão. Ela me disse que se eu me comportasse de vez em quando ela me chamaria para um outro boquete.
Mal sabia ela o que estava por vir.
Continua…

zap

Publicado por: admin
Categorias: contos eróticos
Tags:
Visualizações: 9.074 visitas
amantediscreto
Parceiros
Xoxoteirasliga das novinhasSanto Inferninho
vídeos relacionados
bomba peniana
bomba peniana